Jornal da Divisa
Neste você pode confiar!

Teatro adulto e infantil, shows, oficinas e mais!

0 0


Os Teatro Municipais prepararam uma programação recheada de atividades para o mês de junho! 

Confira cá os eventos!

Teatro Adulto

//NOS PAÍSES DE NOMES IMPRONUNCIÁVEIS

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

O espetáculo é construído a partir de cartas de despedida, onde três mulheres iniciam uma viagem sem volta. Em parceria com diversos artistas, a dramaturgia foi elaborada em um trânsito entre os dois lados do Oceano Atlântico (Brasil e Portugal). Versa sobre a questão da livre circulação entre os diferentes países do mundo (ainda que alguns deles sejam unicamente imaginários) e da possibilidade (ou não) da informação entre os diferentes povos que existem ao volta do mundo. A questão das relações possíveis perpassa também pelas relações familiares e sua dificuldade de informação e entendimento.

| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste

 Até 17 de junho

 Sex. e Sáb., 21h e Dom., 20h.

R$ 20.

Classificação: 14 anos

 

//URUBUS NO AR
O réu aguarda sua sentença, dois mortos e um sigilo roubado. Corrupção, farsa, homicídio e traição marcam nascente espetáculo que revela a fraqueza do varão que na ânsia pelo poder manipula tudo – até mesmo você. Inspirado no movimento cinematográfico Film Noir, apresenta uma estética que utiliza as sombras para revelar a miséria do coração humano.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste.

 Dias 1 e 2, 21h. Dia 3, 19h.

R$ 20.

Classificação: 12 Anos
 

//CORIOLANO

O Beijo

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

Caio Marcio Coriolano, é um general romano temido e venerado, está em desacordo com a cidade de Roma e seus cidadãos. Impulsionado a ocupar a poderosa e cobiçada posição de cônsul por sua mãe controladora e ambiciosa, Volumnia, ele não está disposto a deleitar às massas cujos votos ele precisa para testificar o incumbência. Quando os Tribunos do Povo fazem com que o povo se recuse a apoiá-lo, a raiva de Coriolano gera um protesto que culmina em sua expulsão de Roma. O herói repudiado se alia logo ao seu inimigo pronunciado Tulio Aufidio para vingar-se da cidade. Uma obra de Shakespeare que se mostra atual para os problemas das Repúblicas modernas.

| Teatro Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte.

De 1º/6 a 1º/7.

Sex. e Sáb., 20h30. Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação: 12 Anos

//O CROCODILO
O Crocodilo é a adaptação do raconto fantástico de Dostoiévski sobre homens comuns que, com a chegada do capital estrangeiro e a possibilidade de subida econômica, se satisfazem em viver digeridos pelo crocodilo, ainda que gerando lucro para outros e destruindo a organização coletiva.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. 

 De 29/6 a 29/7.

Sex. e Sáb., 21h. Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação: 12 Anos

 //FESTA, A COMÉDIA
A história se passa no natalício de um menino, o Miguel. Ele guarda um sigilo que será revelado nesta sarau. Já sua mãe é uma socialite cidadã do mundo, viaja para os lugares mais ‘it’ do momento, sempre em muitas prestações no cartão, típica rica que fez milhares de plásticas e viciada em remédios tarja preta fortíssimos. E contrata um surpreendente artista para um show privativo indicado pelo palhaço da Festa, um que ganha a vida, porquê recreador em festas infantis, mas comete alguns deslizes … e vez ou outra bebe um golinho escondido. Emprego esse conseguido por indicação da tia do aniversariante, que o conheceu em um velório, e esta por sua vez dá em cima da atendente da carrocinha de cachorro quente do bufê contratado, que é amante do pai do aniversariante.

| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste

De 8 a 17. Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação:  12 anos
 
//F.A.L.A Fragmentos Autônomos sobre Liberdades Afetivas
O espetáculo F.A.L.A apresenta três narrativas com uma tessitura que congrega as experiências miúdas, repletas de pormenores. Através de imagens e gestos os conflitos e adversidades do cotidiano revelam a complexa verdade de tais corpos que se expressam para além de um mundo que se pretende branco, homogêneo e binário. Trata-se de um devir preto por onde a FALA é entendida pelos poros da pele, pela dialética do olhar, pela dimensão da escuta. Todos os sentidos são evocados ao silenciar do verbo.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. 

 De 15 a 24.

Sex., 21h. Sáb., 18h30 e 21h. Dom., 19h.

Grátis.

Classificação: 16 Anos

//MONÓCULO
O espetáculo apresenta a relação de um par que em meio a rotina não se reconhecem mais em meio a rotina. Ao olhar para um monóculo estes personagens realizam um mergulho para dentro de si, liberando suas fantasias, anseios e devaneios escapando de suas redomas. As cenas surgem do jogo dos atores com as máscaras e a música; sem a utilização da fala.

| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste

De 22/6 a 29/7.

Sex. e Sáb., 21h e Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação: 14 anos
 
//AULA MAGNA COM STÁLIN

O Beijo

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

Em Moscou de 1948, Andrei Jdanov, o secretário do ditador Josef Stalin, líder supremo da URSS, convoca uma reunião com os compositores Prokofiev e Shostakovich para definição dos novos rumos da arte soviética conforme os interesses do Estado. A tragicomédia, do inglês David Pownall, discute a relação entre a arte e a política, muito porquê o papel do artista na sociedade.

| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul.

 De 25/05 a 17/06.

Sex., 21h, Sáb., 20h30 e Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação: 16 anos

| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste

De 22/6 a 1/7.

Sex., 21h. Sáb., 20h30 e Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação: 16 anos

//O LEGÍTIMO PAI DA BOMBA ATÔMICA
O caminho percorrido entre a invenção científica da petardo atômica e sua utilização é escoltado do drama interno de Leó Szilárd ao ver sua invenção ser transformada na mais mortal de todas as armas de devastação em volume. A montagem traz ao palco personagens históricos importantes porquê o físico Albert Einstein, a médica Gertrude Weiss, o general Groves, o presidente americano Harry Truman e o secretário de guerra Stimson, todos vividos por atores nipo-brasileiros do Coletivo Oriente-se.

|Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul.

De 29/6 a 29/7.

Sex. e Sáb., 21h. Dom., 19h.

R$ 20.

Classificação: 12 Anos

//A SERPENTE

O espetáculo conta a história de Guida e Lígia, duas irmãs muito ligadas que se casaram no mesmo dia e moram juntas, dividindo um apartamento com seus maridos. Um ano depois, Guida vive uma intensa lua-de-mel, enquanto Lígia é virgem. Infeliz, Lígia expulsa o marido de vivenda e conta à mana que pensa em morrer. Guida faz a seguinte proposta: Lígia deve passar uma noite com seu marido, Paulo, para desistir de se matar.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. 

 Dia 19, 21h.

Grátis.

Classificação: 16 anos.

Teatro Infantil
//AVOAR

Numa metrópole qualquer, entre edifícios e em meio à confusão do dia a dia, personagens melancólicos movidos pela saudade de um tempo feliz, perdido em suas lembranças, quebra a monotonia e a frieza da cidade com brincadeiras e canções. Saem logo em procura da alegria perdida personificada em “Uma lua, uma palmeira e uma canção”, pedidas na pândega “Boca de Forno”. A partir daí o enredo ganha forma por meio de um jogo lúdrico de ação e de belas canções.

| Teatro Paulo Eiró. Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Zona Sul. 

De 9/6 a 8/7 (exceto 17/6).

Sáb. e Dom., 11h. 

R$16.

Classificação: Livre.

 
//DARWIN BR

O Beijo

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

O espetáculo infantil Darwin BR é fundamentado na passagem do naturalista Charles Darwin pelo Brasil durante sua viagem de cinco anos ao volta do mundo. O Brasil foi o primeiro país tropical por onde o observador passou e a variedade presente nas florestas e animais brasileiros deixou Darwin muito impressionado, tendo rendido inúmeros comentários do naturalista ao longo de sua vida.

| Teatro Alfredo Mesquita. Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte.

De 2 a 10.

Sáb. e Dom., 16h. Dia 7, 15h.

Grátis.

Classificação: Livre.

//OS CRIADOS DO BARBA AZUL

O Beijo

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

O mordomo e a governanta vivem neste casarão há muitos anos e a protegem até mesmo de um suposto “intruso” que por lá aparece. Para isso, eles decidem narrar ao tal visitante misterioso toda a terrível história do casarão e do seu temido possuidor: O Barba Azul. O desfecho dessa história promete ser surpreendente e inusitado!

| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul.

De 2 a 16.

Sáb. e Dom., 16h. (Sessões extra dias 7 e 14, 15h).

R$ 16.

Classificação: Livre

//SER VOCÊ E AINDA SER EU (Para bebês)
Três atrizes encenam de forma poética a trajetória de promanação, do crescer e tornar-se outro. Criada a partir da experiência da maternidade, da reparo e das relações com os bebês, a encenação delicada e sensível dá-se por meio de um cenário com objetos simples onde acontecem cenas carregadas de trova e embaladas pela música criada mormente para o espetáculo. Ser Você e Ainda Ser Eu relembra mães e bebês da emocionante experiência que é gerar uma vida.

| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul.

De 30/6 a 22/7.

Sáb. e Dom., 16h.

Classificação: Livre.

//CADA QUAL NO SEU BARRIL
Inspirado em famosos personagens de desenhos animados e utilizando o teatro físico porquê linguagem, Cada Qual no Seu Barril conta a história de Igor e Vladimir, dois náufragos em uma ilhota deserta tendo que dividir um mesmo espaço. A intransigência faz essa relação virar uma divertida guerra de egos.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste.

De 30/6 a 29/7.

Sáb. e Dom, 16h.

R$16.

Classificação: Livre

 

//ELEGUÁ MENINO E MALANDRO

O Beijo

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

Eleguá é um príncipe muito esperto. Todo mundo tem pânico das suas artimanhas e malandrices de moleque. Mas um dia o menino botou o pé na estrada e foi deslindar o mundo… Andou de cidade em cidade. Brincando, pulando e perambulando encontrou lugares e pessoas pra ajudar e ser ajudado. Vivendo sua meninice nas ruas ele cresce, se apaixona, amadurece, ganha corpo e sabedoria ao longo das aventuras que vive no caminho. Até que um dia decide voltar! Mas nem tudo está porquê era antes…

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste.

De 3 a 10. Sáb. e Dom., 16h.

Grátis.

Classificação: Livre.

//FLICTS
No meio das outras cores, Flicts é discriminado porque ninguém sabe que cor é essa. Por isso, Flicts representa o excluído, o solitário, o dissemelhante. Mas porquê todos tem o seu lugar no mundo, Flicts também irá encontrar o seu. A peça é uma adaptação da obra de Ziraldo, com dramaturgia inédita e trilha sonora original. O espetáculo traz diversão, interação e reflexão sobre o preconceito e a relativização do belo.

|Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste 

De 9/6 a 1º/7 (Exceto 17/6).

Sáb. e Dom., 16h. Sessões especiais:Dias 14 e 26, 10h e 15h.

R$ 16.

Classificação: Livre

Música
//CHORONAS SAMPA

As Choronas, grupo instrumental de música brasileira formado somente por mulheres, lançam seu quarto CD Choronas Sampa, homenagem à cidade que as acolheu e também uma celebração por seus mais de 20 anos de curso. Além do pranto, elas também transitam pelo baião, maxixe e samba. O Choronas Sampa é o quarto CD do grupo formado por Ana Cláudia César (lasca), Maicira Trevisan (flauta transversal), Paola Picherzky (violão 7 cordas) e Miriam Capua (percussão). Além de composições autorais porquê Choro de Domingo (Maicira Trevisan) e Choronas em Sampa (Ana Cláudia César), a obra traz clássicos de Ernesto Nazareth (Atlântico), Waldir Azevedo (Vê se Gostas), Zequinha de Abreu (Tico Tico no Fubá), Henricão (Só Vendo que Beleza) e Adoniran Barbosa (Samba do Arnesto e Trem das Onze).

|Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste

 Dia 2, 18h.

Livre.

Classificação: Grátis.

//QUIERO SER UNA CHICA ALMODÓVAR

O Beijo

O Beijo
O Beijo

(Crédito:Divulgação)

“Quiero ser una chica Almodóvar” apresenta músicas inspiradas na vida e obra do cineasta Pedro Almodóvar. O show é constituído por canções entremeadas com performances, textos e projeções audiovisuais, desconstruindo ideias cristalizadas sobre os atributos femininos e masculinos que são impostos aos sujeitos no processo de socialização na contemporaneidade. Com objetos, performances e projeções cinematográficas originais, o show tem a proposta de levar ao público inusitadas formas de conduzir a vida, passeando entre a comédia e o drama, colocando no palco elementos que remetem aos filmes do cineasta espanhol. Assim, o grupo flerta com o universo almodovariano de modo ousado e criativo, levando suingue e brasilidade às interpretações. Com versões inabituais, as canções escolhidas misturam sonoridades que vão da cúmbia colombiana ao flamenco, do pop rock à salsa e ao bolero.

|Teatro Décio De Almeida Prado. R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste.

Dia 9, 21h.

R$ 20.

Classificação: 16 Anos
 
//OFISA – TEMPORADA 2018
Fundada em 2004 pela maestrina Silvia Luisada, iniciou porquê um projeto sociocultural que rendeu frutos no desenvolvimento técnico e artístico de seus músicos. Transformou-se em um grupo eclético que interpreta diferentes períodos da música erudita e popular com paixão e precisão, convidando o público de seus concertos a uma viagem pelos variados estilos musicais. Em residência artística no Teatro Paulo Eiró desde fevereiro de 2017, apresenta sua temporada mensal, sempre no último domingo do Mês.

| Teatro Paulo Eiró. Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Zona Sul. 

Dias 17 e 24, 11h.

R$ 30.

Classificação: Livre

//CAÊ NOS SAMBAS – SAMBAS DE CAETANO VELOSO 
Para primar e apresentar as nuances rítmicas e melódicas deste centenário gênero músico, o produtor e cantor Fernando Maynart aborda de maneira original a obra de Caetano Veloso, responsável não imediatamente identificado com a história do gênero fazendo releituras de músicas coletadas ao longo da curso do compositor baiano, sobressaem-se as diversas vertentes do samba – das chulas e dos sambas de roda às suas hibridações com o reggae e o rock, passando por bossas, afoxés e Ijexás. Nesta formação, o show “Caê nos Sambas- Sambas de Caetano Veloso” é apresentado por Paulo Ribeiro (violão), Denilson Oliveira (percussão) e Fernando Maynart (voz).

|Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste.

Dia 13, 21h.

R$20.

Classificação: Livre

//Circuito Sp Dub Club: United Mc’s
Um sistema de som tradicional da cultura Sound System será montado sobre o palco para amplificar a seleção de músicas acompanhadas pela voz de uma MC. É um formato de audição show onde contaremos com a amplificação do Dubversão e a voz da Mc Aghata Saan.

|Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste.

Dia 20, 21h.

Grátis.

Classificação: Livre.

//CANTIGAS E CANÇÕES DAQUI E DALÍ
O espetáculo infantil traz letras, melodias e ritmos, envolve brincadeiras, danças e trava-línguas. Brinca com imaginário das crianças por meio das histórias de personagens lúdicos, trabalhando com a inclusão e com a representatividade infantil, derrubando barreiras atitudinais e contribuindo culturalmente para relações infantis igualitárias.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste.

Dia 27, 15h.

Grátis.

Classificação:  Livre

Dança
//DIVERTISSEMENT
“Divertissement”, é um espetáculo com obras do repertório do ballet tradicional clássico, presente nas principais criações dos ballets do mundo. As coreografias que serão apresentadas foram mormente criadas para a Escola de Dança de São Paulo.

| Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste

Dia 1º, 21h; Dia 2, 16h e 21h; Dia 3, 16h e 19h.

R$ 20.

Classificação: Livre

//[H30]MENS
[H3O]mens secção do encontro de três bailarinos em cena. Uma investigação do varão. Ser varão. Corpo varão. Um varão encostando em outro varão. Um varão dançando para outro varão. Os homens que são em cena. Os homens que são a cena.

| Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. 

Dias 8 e 9, 21h. Dia 10, 19h.

Grátis.

Classificação: 16 anos.

//ESTAÇÕES
Estações é um espetáculo de dança, que incorpora dança, retrato, audiovisual e trova, que convida o público para um novo olhar, sobre as grandes cidades e sobre si mesmo. O resgate de nossa verdadeira núcleo, na jornada diária de cada um, revelando um jogo de percepções sobre emoções sentidas, relações humanas e os espaços.

|Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. 

Dias 22 e 23, 21h. Dia 24, 19h.

Grátis.

Classificação: Livre.

Oficinas
//OFICINA DA TÉCNICA DE MARTHA GRAHAM
Serão ministradas oficinas da técnica de Martha Graham, que se baseia no pulsar do ser humano, a inspiração, o crescer, o se perfurar e a expiração, o contrair. Assim, a lição inicia-se no soalho, com exercícios de tronco, contrações, release, torções, evolui para o meio e sequências coreográficas na lateral e oblíquo. Estações convida a todos a participar desta vivência; Oficineiro; Aline Yaeko, Fernanda Fontes, Sofie Andersen e Suzana Andersen

| Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. 

Dia 23, 15h.

Grátis.

Classificação: 16 anos.