64 anos: Gravida da a luz, primeira filha. Foram 30 anos de tentavia!

Minas Gerais: Um nascimento improvável ocorreu em Minas Gerais na última terça-feira (10). Norma Maria de Oliveira, de 64 anos, deu à luz a uma menina. A idade avançada, que pode gerar riscos altos para a mãe e o bebê, não foi empecilho para que a gestação ocorresse. A criança nasceu prematura de oito meses, com 1,7 quilo e segue incubada na Maternidade Octaviano Neves, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Mãe e filha passam bem, segundo informações do centro médico.

A gravidez tardia chegou após 30 anos de tentativas. O sucesso do procedimento ocorreu após um processo de fertilização in vitro. O espermatozóide que deu origem à primeira filha de Norma é do companheiro dela, que tem 45 anos. No entanto o óvulo precisou ser captado de uma doadora. Em entrevista ao G1, a ginecologista e obstetra Rita de Cássia Amaral, responsável pelo procedimento gestacional, afirmou que essa foi a primeira vez que trabalhou com alguém em uma gravidez de risco com mais de 50 anos.
Em 2017, Norma procurou os serviços médicos de Rita de Cássia devido ao sonho de ser mãe. A gravidez, considerada de alto risco, era assinalada por cada reação do corpo. Em uma das consultas, a pressão estava alta e foi então que o parto cesariano foi utilizado como opção para que a primeira filha do casal nascesse. Apesar do quadro ser estável, Norma e a filha ainda não tem previsão de serem liberadas do hospital.

Comente sobre a notícia!